sábado, 14 de julho de 2012

Já cheguei, meu amor

Nossa, o céu está nublado, não está? Logo caí um temporal daqueles, meu amor. Mas não tem importância, vou estar nos seus braços pode até cair o mundo e ainda me sinto protegida. Como o tempo demora pra passar e como esse motorista dirige devagar, provavelmente ainda pego esse temporal antes de chegar, e o meu cabelo??!!! Tudo bem, isso também não importa você diz me achar linda mesmo quando eu acordo com a cara amassada e tuas camisas largas. Disse tantas vezes que começo acreditar. Você também tá sentindo isso, meu amor? O coração pequenino cheio de saudades? Droga! Acabou a bateria do celular não posso mais ouvir música pra ajudar o tempo a correr nem posso te avisar que cheguei. Ok, não vou reclamar senão você começa a puxar minha orelha por ter perdido minha chave, só que você me conhece sou assim mesmo distraída, amor e sabe que não gosto que me digam o que fazer  e nem vem me chamar de mimada porque o jeito que você fala até a parece uma coisa bonitinha.  Ah desço no próximo ponto, finalmente pensei que não chegaria nunca, não te falei que ainda pegaria a chuva, ou melhor, dizendo a chuva me pegaria? Não, não tem problema até gosto de tomar um banho de chuva ás vezes, lembra a infância e parece lavar até a alma. Toc-toc.  Abre a porta, posso ouvir seus passos apressados. – Que sorriso lindo você tem.



2 comentários:

  1. Que bom chegar onde a gente quer, depois de uma chuva e ser recebida com calor! :3

    voltou, né! :D

    ResponderExcluir